Pranchas Alisadoras para o cabelo: como utilizá-las de forma racional

Atualidade Svenson Notícias

As pranchas de cabelo são sem dúvida os melhores aliados para exibir esses cabelos extra-lisos de que tanto gostam. Com elas consegue alisar totalmente o cabelo (concretamente a cutícula capilar) e eliminar todos os vestígios de encrespamento, com resultados por vezes espetaculares. Por exemplo, são capazes de domar os cabelos frisados mais intensos… e muito mais.

A sua utilização é muito versátil: podem ser usadas como passo prévio antes de diminuir o volume dos cabelos frisados, para definir franjas, como complemento para madeixas soltas nos penteados… ou, simplesmente, como estratégia única para alisar o cabelo.

Mas, as pranchas fazem mal ao cabelo? Tendo em conta que, para conseguir um alisamento, é necessário submeter o cabelo ao calor a altas temperaturas, poder-se-ia afirmar que sim, podem ser nocivas, sempre que se abuse delas e sempre que não sejam utilizadas de forma adequada.

Por isso, é recomendável não insistir com as pranchas várias vezes numa mesma madeixa ou utilizá-las diariamente. Portanto, não se trata de as eliminar completamente, mas sim de as utilizar de forma correta para que desta forma se possa minimizar este efeito negativo.

Para isso, há que seguir uma série de dicas para utilizar a prancha alisadora de cabelo. Por exemplo, devem ser utilizadas sempre sobre cabelos lavados, condicionados, desenredados e já secos (ainda que as pranchas de última geração já estejam preparadas para cabelos húmidos) e os melhores resultados obtêm-se trabalhando madeixa a madeixa. Também, e para facilitar o resultado final, é importante utilizar previamente produtos que facilitem o processo de alisar o cabelo: champôs, amaciadores, máscaras, etc. Todos estes produtos têm em comum uma textura ligeira para facilitar a correta penetração dos ingredientes responsáveis por dar elasticidade às fibras capilares (o que ajuda ao seu “alongamento” e portanto, a um efeito de alisamento). Incluem ingredientes como as proteínas de seda, aminoácidos e ativos vegetais que nutrem sem condensar, nem tirar leveza. Entre a nova geração, destacam-se as que, para além de alisar, incluem ativos anti frisado.

Outras dicas para utilizar as pranchas alisadoras de cabelo que garantem um bom resultado final, consistem em dar a última enxaguadela com água fria e utilizar produtos que tenham um pH ácido, já que estes fecham as escamas da cutícula e evitam que esta frise quando em contacto com o calor. Também é importante, quando terminado o alisamento do cabelo, não escovar nem pentear até que o cabelo tenha arrefecido.

Um produto que se tornou imprescindível são os protetores de calor (em creme, sérum ou spray), cuja missão é a de envolver a fibra capilar, protegendo-a assim dos efeitos negativos das pranchas alisadoras de cabelo. Para isto, incluem ingredientes como o extrato hidratante de seda, que protege e nutre. São aplicados sobre os cabelos húmidos, antes que estes entrem em contacto direto com a fonte de calor.

Quanto ao tipo de pranchas alisadoras, há opiniões e modelos para todos os gostos. As pranchas de nova geração incluem placas de cerâmica (muito menos agressivas que as de ferro e que, além disso, permitem um alisamento mais bem conseguido); controlo de temperatura, ionizadores (um dispositivo que produz jatos de iões que rodeiam o cabelo evitando o frisado e a estática) e algumas, como já dissemos, até foram concebidas para poderem ser utilizadas sobre o cabelo húmido.

Consulta e diagnóstico grátis

O preço ea duração do tratamento são personalizados... Contacte-nos e dar-lhe-emos todas as informações!

Todos os campos são obrigatórios

    Si Desejo que os meus dados sejam utilizados para fins promocionais ou publicitários

    TRATAMOS DO
    SEU CABELO,
    E PREOCUPAMO-NOS
    COM TUDO O RESTO.
    A Svenson aplica um protocolo de atuação rigoroso nos seus centros, para garantir a segurança e a saúde dos seus empregados e clientes.
    Verifique as medidas
    que aplicamos