Alopecia Feminina: as Melhores Opções para a Combater

Atualidade Svenson Notícias

Perto dos 40 anos, estima-se que 25% das mulheres apresentam problemas capilares que resultam na perda de cabelo. Uma em cada duas mulheres sofre deste problema ao chegar aos 50 anos. Mas já antes, as zonas nas quais o cabelo começa a “clarear”, são um fator indicativo de que é necessário começar a ter em conta cuidados de beleza capilar.

Causas da Alopecia Feminina

São várias as causas pelas quais o cabelo cai e que podem favorecer a alopecia em mulheres:

    • emocionais;
    • hormonais e endócrinas;
    • sazonais (a chegada do outono, por exemplo) que também incide em maior ou menor medida.

A isto deve-se juntar o passar do tempo: com a idade, a fase de crescimento capilar vai reduzindo, o cabelo é renovado mais lentamente e o seu diâmetro e densidade diminuem.

Além disso, o colagénio que rodeia a raiz, torna-se cada vez mais rígido, dando lugar a um cabelo de menor qualidade.

Na maioria dos casos de alopecia feminina, o cabelo é recuperado com um tratamento específico e com o uso de produtos de beleza capilar adequados. Em alguns casos, o cabelo volta a crescer de forma espontânea, uma vez que o organismo recupera o equilíbrio, ou o fator que causou essa queda de cabelo deixa de existir.

Como Tratar a Alopecia Feminina

O primeiro passo para combater a alopecia feminina é procurar o conselho de um profissional (como os profissionais da Svenson), já que nem todas as quedas de cabelo ou perdas de densidade são iguais, nem ocorrem pelos mesmos motivos.

Depois, optar por um produto de cuidado capilar diário mais adequado ao caso específico. Por exemplo, a melhor opção para uma situação de queda de cabelo em mulheres, é aplicar um champô de tratamento que prepare o couro cabeludo e o deixe nas melhores condições, para receber os princípios ativos adequados ao combate da alopecia feminina.

O fator-chave, é aplicar de forma regular as substâncias que demonstram ser eficazes no tratamento de problemas capilares como a alopecia em mulheres: por exemplo, o minoxidil (uma molécula que combate a rigidez do colagénio, que rodeia o cabelo e permite uma melhor fixação do bolbo piloso no couro cabeludo) e determinados produtos que contêm vitaminas ou aminoácidos como a vitamina A e B, a cistina ou a biotina, que favorecem a recuperação do cabelo perdido. É importante aplicar sempre e de seguida massajar, suavemente, o couro cabeludo para facilitar a correta penetração dos princípios ativos, no interior do couro cabeludo, e simultaneamente, estimular a circulação sanguínea.

Para os casos mais sérios, ou simplesmente, se este tipo de tratamentos convencionais não resultar, ou se tiver dúvidas na utilização, pode sempre recorrer à vasta gama de produtos capilares da Svenson para mulheres. Cada caso é um caso e existe uma solução para cada caso.

Investigação Svenson sobre Alopecia Feminina

Consciente da realidade da Alopecia feminina, a Svenson, dentro da sua área específica de investigação científica e médica sobre a queda de cabelo, analisou em profundidade os fatores implicados na perda de cabelo nas mulheres. Fruto deste esforço de investigação, é o estudo “Eflúvio Telógeno Agudo em 503 mulheres”, que aborda a predisposição para sofrer Alopecia Androgenética Feminina (AAF) ou Eflúvio Telógeno Crónico (EFTC), em mulheres com um Eflúvio Telógeno Agudo (EFTA).

Este estudo foi apresentado em várias reuniões internacionais, a última das quais foi o 8.º Congresso Mundial de Investigação Capilar, realizado na cidade coreana de Jeju, no qual participaram mais de 850 especialistas no assunto (médicos, cientistas, pessoal da indústria capilar e farmacêutica), provenientes de mais de 40 países e onde se realizou uma partilha dos avanços contra a alopecia no último ano. Neste congresso, o estudo da Svenson recebeu o prémio do Melhor Pôster Clínico.

Dirigido pelo Dr. Nicolás Pérez Mora, o estudo é o primeiro a nível internacional sobre o EFTA, do qual se extraíram conclusões estatisticamente significativas e baseou-se em dois objetivos:

    • Investigar os fatores implicados na associação frequente do EFTA com a AAF;
    • Aprofundar sobre os problemas capilares que afetam as mulheres.

Foram analisadas as diversas causas que originaram os EFTA, num total de 503 casos de pacientes femininas da Svenson, os tratamentos que lhes foram prescritos e a sua evolução.

Os resultados desta investigação são muito interessantes e representam importantes avanços na abordagem ao tratamento da alopecia feminina:

    • 70,02% das pacientes com Eflúvio Telógeno Agudo apresentaram remissão do EFTA 6 meses após o tratamento na Svenson;
    • As percentagens de associação EFTA-AAF foram diferentes em função da causa desencadeadora do quadro clínico;
    • As causas que levaram a um EFTA com percentagens mais elevadas de alopecia androgenética foram a disfunção tiroideia (58%), a deficiência de ferro (52%) e as dietas severas (50%).

Na prática, as conclusões lançadas por esta investigação, tornam possível aos especialistas da Svenson avaliarem melhor as possibilidades que uma paciente de EFTA tem, (calcula-se que a utilização das evidências obtidas neste estudo permitirá que 80% das mulheres com Eflúvio Telógeno possam ver o seu problema resolvido), levando a cabo um prognóstico muito mais concreto da evolução do problema e uma definição mais precisa do tratamento que lhe deve ser aplicado.

Consulta e diagnóstico grátis

O preço ea duração do tratamento são personalizados... Contacte-nos e dar-lhe-emos todas as informações!

Todos os campos são obrigatórios

    Si Desejo que os meus dados sejam utilizados para fins promocionais ou publicitários

    TRATAMOS DO
    SEU CABELO,
    E PREOCUPAMO-NOS
    COM TUDO O RESTO.
    A Svenson aplica um protocolo de atuação rigoroso nos seus centros, para garantir a segurança e a saúde dos seus empregados e clientes.
    Verifique as medidas
    que aplicamos